17 de julho de 2017

Agora eu tenho o nada - ou tudo

Foto: tumblr
Saí de casa há alguns meses e finalmente me vi livre para pensar com minha própria cabeça, sob meus próprios anseios, estipular minhas próprias datas e sob minha própria tutoria decidir o que seria da minha vida daqui para frente.

Eu estava presa, sim, não conseguia me concentrar no que eu queria, e pelo jeito talvez nem soubesse o que eu queria. Passei três semanas, talvez mais, me sentindo terrível por não conseguir estudar para um concurso que eu estava focada desde o ano passado. Seria minha segunda tentativa e estava apreensiva, já que não entrei da outra vez porque tinha apenas quinze pessoas na minha frente. Quinze pessoas! Se eu passasse, iria para Minas Gerais, finalmente respirar o ar puro da liberdade.

Mas, vejam só, o ar puro chegou sem que eu precisasse passar nesse concurso. E o que seria de mim agora?

Achei que me debruçaria mais nos estudos para alcançar essa meta e quando me vi em paz, meu subconsciente ficou me dando petelecos constante de "isso não é o que você quer", "você só queria isso para sair de casa". Enfim, ouvi as mensagens e aceitei o fato: eu estava perdida.

Um pequeno redemoinho de emoções me tomaram. Queria me achar, me encontrar num lugar sereno para que eu pudesse fazer o que eu quisesse. O lugar sereno eu tinha, minha nova casa é cheia de serenidade e beleza cotidiana, faltava a atividade. Mas o que eu queria? A dúvida estava me corroendo. Nem sei se poderia ser considerado dúvida já que não havia alternativas, apenas seguir, vivendo, sentindo...

 No meio do caminho a vontade de escrever e ler voltaram. Estava dedicada a procurar o que me fazia bem e me jogar de cabeça. A liberdade me deu o alcance que eu não sabia que precisava para me conhecer, me ouvir, descobrir. Cada dia uma nova oportunidade para mudar tudo ~ou não. A escolha dos dias me pertence, na medida do possível. Principalmente em se tratando do meu bem-estar. Eu sou a maior responsável por ele e o que eu vou fazer com relação a isso?

Assim como quem está no fim do poço, o único caminho é subir, eu tenho o nada onde posso ter tudo. Às vezes estar perdido é só mais uma oportunidade que a vida te dá para você fazer diferente.

11 comentários:

  1. Ainda bem que voltaste a escrever, gostei imenso de ler o teu post.

    GIULIETTA

    ResponderExcluir
  2. a amiga ,que morava práticamente do lado, não sabia que a senhorita caixinhos escrevia tão bem.
    Digo-lhe que está intimada a escrever mais e mais...Pq eu quero ler!

    ResponderExcluir
  3. Alou Bruna
    Eu me via assim até um tempo desses, sem saber qual profissão ia seguir pq queria mudar, mas sabia pra onde ir. Acho que descobri, vamos ver daqui a uns 2 anos hahaha

    Conta pra gente quando você descobrir (:
    bj bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapaz, agora me dei conta que dos 2 comentários que já deixei no seu blog, 2 foram citando profissão, ave maria hahaahaha
      prometo não falar nada disso no próximo (:

      Excluir
    2. hausahsu pode falar, migs, é um assunto que me rodeia muito também haha e conto sim se/quando descobrir por aqui <3

      Excluir
  4. Eu acho que isso é algo que acontece várias vezes em nossas vidas: sempre acabamos nos sentido perdidos em algum momento, nos questionando se era aquilo mesmo que queríamos, se estamos fazendo o que realmente desejamps ou só achamos que desejamos... Acho que isso é normal. Esse ano eu passei por uma fase assim. Tomei minhas decisoes, nao estou 100% certa dessas escolhas mas o tempo nao pára e precisamos escolher, né? Enfim, sorte pra nós rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô nessa fase mesmo, espero que dê tudo certo pra nós <3

      Excluir
  5. Babe, que texto maravilhoso, meu deus do céu ❤️
    Sabe, a frase final mexeu comigo, de verdade. Até porque, eu vivo me sentindo perdida e a resposta é essa mesmo. Sempre busco fazer a diferença quando esse sentimento aparece.

    Parabéns pelo post!
    Beijão da Supimpa Girl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Vivi <3

      Excluir

Oi, obrigada por vir e volte mais vezes ♥

neoguedes © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.